Minha Transição, De Volta Aos Cachos

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje eu começo aqui no blog a série “Minha Transição, De volta Aos Cachos”, pra falar de um assunto muito interessante e comentado entre as cacheadas e crespas, a transição capilar. O que pra uns é só uma “mudança”, para as “transitetes” é um período complicado, de dúvidas, acertos e erros, mas principalmente tem a ver com adaptação, resistência e identidade.

E pra inaugurar essa nossa série, eu entrevistei a blogueira Dayane Frazão, do blog Intercachos pra saber um pouquinho como foi a transição dela.

Quanto tempo você usou químicas de alisamento no cabelo?
Dayane Frazão: cinco anos
O que te levou a passar pela transição capilar?
Dayane Frazão: Primeiro minhas filhas, Stefanny liso-ondulada, Sophia minha cacheada elas juntas me fizeram ter a coragem pra superar a mim mesma.
Uma pergunta que a Stefanny me fez; “(…) Mãe tem fotos do seu cabelo natural? Eu nunca vi (…)”.
E a Sophia eu vi como poderia afetar a vida dela, eu não sei, eu sou uma mulher cacheada que não assumia meus cachos, não porque eu não gostava, mais porque eu achava meu cabelo errado.
Como foi passar pela transição capilar? E quanto tempo durou?
Dayane Frazão: Foi bem difícil, eu não gostava muito de tirar fotos pra sair eu fazia texturização ou coques, pois a raiz fica muito alta , a alto estima , fica bem afetada, só quem passa sabe como é. Eu fiquei 8 messes em transição capilar.
Houve alguma dificuldade durante o processo de transição? Qual?
Dayane Frazão: A maior dificuldade pra mim foi cortar meus cabelos, por isso que fui cortando aos poucos eu era muito apegada ao meu cabelão, mas após 6 messes, eu disse esse cabelo não me pertence mais, eu mesma cortei 5 dedos do meu cabelo, até que cortei quase toda química do meu cabelo, algumas partes não cacheia com facilidade, mais soube que isso se chama scab hair.
Nesse processo de redescoberta, como você reaprendeu a cuidar do seu cabelo natural (youtubers, blogs, Instablogs. revistas)?
Dayane Frazão: Na verdade de início foi uma amiga virtual chamada Mayara Campelo, ela me ajudou depois, ai quando fui para as redes sociais, eu conheci a Luanny Cristina ela é uma crespa, que cuida dos cabelos sozinha e me identifiquei muito com ela, que saiu da química junto com a filha.
Quem são suas inspirações de crespas e cacheadas naturais?
Dayane Frazão: Minha filha Sophia
Você é adepta das técnicas de lavagem No e Low Poo? Quais seus produtos favoritos?
Dayane Frazão: Não, na verdade to querendo começar a fazer , mais ainda não pesquisei a fundo.

Como conheceu as técnicas, e como elas ajudaram no seu processo de transição?
Dayane Frazão: Já ouvi muitas blogueiras e youturbes falando sobre essa técnica.
Você considera o cabelo natural como um ato político?
Dayane Frazão: Pra mim foi o seguinte: quando iniciei minha transição houve muito preconceito, teve até quem falou que cortando aos poucos não iria voltar meus cachos, que teria que raspar, confesso que aquele dia teve muitas visitas ao Google. Quando voltei aos meus cachos teve o “porque?” cortei meus cabelos curtos (eu sou evangélica) então todos vieram dizer que estava em pecado.
Mas eu tinha minha base formada, eu disse acho que Deus não vai me amar menos porque decidi aceitar o cabelo que Ele me deu, e cabelo cresce e evolui, assim como a ignorância e o preconceito.
Então pra mim foi um ato político eu enfrentei muitas coisas externas, porque no meu lar tive muito apoio, acho que por isso eu fui até o fim.
Descreva como é ter cabelos naturais e como isso influência nas pessoas ao seu redor…
Dayane Frazão: Pra mim foi mais que cabelos, foi mais que ter mais opções de produtos, ou moda da vez, pra mim foi buscar minha identidade , é mostrar para os meus cinco filhos que podemos e devemos ser o que quiser ter o cabelo ou estilo que quisermos, somos livres para sermos felizes. Quando vi meus cachos pela primeira vez me senti eu mesma , nem na minha infância eu amei tanto meu cabelo, eu me sentia desajustada, mas hoje eu me sinto parte de alguma coisa muito maior, eu sou mais que uma influencer digital, eu tenho o poder que mudar o destino de cinco pessoas que fazem parte da minha vida, e agradeço a Deus por ter me dado força de suportar todos os momentos difíceis da transição capilar.

 

Dezembro de 2015 –

Transição capilar –

Agosto de 2017 –

WhatsApp Image 2017-08-26 at 13.49.18 (1)

 

E aí gente gostaram da linda e simpática Dayane, ficaram curiosos pra conhecer um pouquinho do trabalho dela? Vou deixar os links de todas as redes sociais e do blog dela, dá uma passadinha lá, que eu tenho certeza, vocês vão amar o conteúdo.

Blog |Fanpage | InstagramYouTube |

Pessoal é isso muito obrigada, espero que vocês tenham gostado dessa nova série, se quiser participar contando um pouquinho como foi a sua transição capilar, me mande por e-mail, que você com certeza vai aparecer por aqui, uma ótima semana e até mais!

Me acompanhe também nas redes sociais:

Facebook: @bloglanecurls

Instagram: @lanecurlss

 

Anúncios

9 comentários em “Minha Transição, De Volta Aos Cachos

  1. Nossa é muito bom ler tudo isso, transição capilar é difícil, mais não impossível, pra quem relamente quer sair da química, vale muito a pena.
    Obrigada querida pelo convite, amei. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. É verdade, a transição capilar é realmente um período difícil, mas que vale cada segundo, obrigada pela entrevista!
      Volte sempre, por aqui muito sucesso pra você ❤

      Curtir

  2. Eu sou uma cacheada que escolhi usar liso, não por não gostar dos meus cachos eu amo eles, mas alem da praticidade dentro da rotina que levo eu gosto dele assim.
    Porém acho lindo quando a pessoa em transição assume a responsabilidade e se joga, sabemos que não é fácil. e Admiro muito pessoas determinadas. Sem contar que hoje em dia o mercado da beleza esta bem mais preparado, produzindo material cada vez melhor para cacheadas e fico muito feliz com isso.

    Curtir

  3. Vim aqui conferir o novo quadro e conhecer um pouco mais da sua transição, nossa adorei a entrevista acho super bacana o motivo pelo qual vc entrou oara transição, realmente poderia afetar sua filha de alguma forma. Queria eu ter essa coragem de assumir meu cabelo natural, mais um dia chego lá.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Amanda, tudo bem?
      Pra passar pela transição realmente é preciso muita coragem, e determinação, mas se você já está nessa vibe, uma hora ou outra vai acontecer! Muita força pra você e quando passar, volte aqui pra receber muitas dicas legais, além de me contar a sua história ❤
      Beijos e obrigada pelo comentário 🙂

      Curtir

    1. Thaís, adorei o seu comentário! Fico muito feliz que você nos acompanhe e deixe comentário cheio de carinho como esse, obrigada! Realmente passar por uma transição não é fácil, mas é muito gratificante, a Day é uma diva e quero sempre meninas inspiradoras como ela passando por aqui.
      Beijos e espero te ver aqui em breve ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s